sábado, 2 de julho de 2011

Canalizando o ódio

José (leia sua história em Gênesis 37-50) teve uma vida de montanha-russa. Sua trajetória foi de filho preferido para rejeitado pelos irmãos, vendido como escravo, prisioneiro por injustiça, e por final, governador.

Ele tinha tudo para ter ódio dos irmãos; da mulher do patrão que armou para ele; e do patrão que o lançou no cárcere. Mas ele não usou aquele ódio ou raiva contra as pessoas, nem contra Deus, nem contra si mesmo (se lamentando da vida). 

Ao invés, deu tudo de si, fez o seu melhor, em tudo o que fazia. E o seu desempenho, seu espírito excelente, sua confiança na justiça e na promessa de Deus, o fizeram perseverar e ser exaltado no final.

Lições:
  • Você tem que e deve ficar com raiva da injustiça, mas não usar essa força de maneira errada
  • Use a sua raiva, o seu ódio, para dar o melhor de si em tudo, e assim chamar a atenção de todos e de Deus. O espírito que José tinha fez chamar a atenção dos homens e de Deus. Por isso foi exaltado.
Quem tiver o mesmo espírito terá sucesso na vida.
Fonte: bispo Renato Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário